5 provas que Marketing de Performance faz a diferença no negócio

Apesar de, ultimamente, estar constantemente ligado ao ambiente digital, o Marketing de Performance é uma ferramenta estratégica para os negócios que serve para atuação tanto no ambiente online quanto no offline.

E para que isso aconteça, a Agência Freela investe muita energia e tempo de dedicação na inteligência por trás de cada ação e cada plano de divulgação da empresa.

Por meio desse planejamento, que vai funcionar como um alicerce da campanha, será possível mensurar detalhadamente as etapas individuais da atividade.

No artigo de hoje do Blog da Freela vamos falar de algumas etapas do Marketing de Performance que podem, sim, fazer toda a diferença no seu negócio.

É claro, se ficar alguma dúvida ou se tiver interesse em saber mais sobre esses tópicos, venha tomar um café conosco aqui na Agência Freela – ou nós iremos até você.

1. Atração

Quando o assunto é Marketing de Performance, o papel da atração é um dos pilares fundamentais.

É muito importante o cliente saber, com base em estudos e dados, qual o melhor lugar para anunciar e, tão fundamental quanto, para onde esse público (cliente) será direcionado.

Vamos por partes.

Do ponto de vista do anúncio: é melhor que seja no Ponto de Venda (PDV), Marketing Direto ou, então, pelas mídias?

Essas conclusões serão tiradas em conjunto, com a equipe da Freela em total imersão com seu negócio e as metas que você deseja alcançar.

Por outro lado, é preciso saber do direcionamento: para onde vai esse cliente. Em tempos tão digitais, grande parte dos negócios “rumam” para as chamadas landing pages, que vão conter as informações necessárias e funções para conclusão de outras etapas na captação do público-alvo.

Mas não são apenas as landing pages e hotsites – em alguns casos, podem ser, por exemplo, centrais telefônicas.

2. Geração de Leads

Quando o cliente chega até o destino pré-definido na campanha (landing page, hotsite, central telefônica), o Marketing de Performance atua para proporcionar uma etapa a mais no relacionamento com esse futuro parceiro.

Mesmo que ali não seja concretizada nenhuma compra, naquele momento, a Agência Freela vai oferecer recursos para que o visitante deixe seus contatos e, a partir daí, seja possível uma nova interação.

Mas como eles vão deixar todos esses dados? Aí entram técnicas que servem, justamente, para que as informações sejam disponibilizadas em troca de lago relevante.

Um conteúdo (como um e-book) ou um desconto, por exemplo, são algumas das estratégias utilizadas.

3. Alimentação da base

Uma vez estabelecido o contato na Geração de Leads, o relacionamento não se encerra – pelo contrário, a base de contatos passa a ser alimentada com conteúdos. Mas é importante deixar claro que serão materiais de qualidade e não apenas spams.

Outro ponto fundamental da inteligência nessa etapa é o respeito ao status: se o cliente já comprou, por exemplo, ele não vai ser ativado constantemente como se ainda não tivesse feito a compra.

4. Mensuração

O Marketing de Performance, em sua essência, depende do maior número possível de dados e informações.

A Agência Freela trabalha com os mais modernos produtos e plataformas do mercado com o objetivo de ter sempre os resultados à mão, em tempo real.

O objetivo de tanta informação é a otimização dos processos, sempre, com foco na melhoria dos resultados nos negócios.

5. Uma agência que fala sua língua

O diferencial da Agência Freela é a união da expertise, dos melhores recursos tecnológicos e uma proximidade com a realidade do que o seu negócio precisa.

Essa facilidade de acesso da nossa equipe, proporciona soluções sob medida, que vão levar o Marketing de Performance no modelo ideal para o que sua empresa necessita.

Venha conversar com a nossa equipe e saiba o que pode mudar (para melhor) nos seus resultados. Fale com a Freela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *