Instagram sem likes: o que muda?

A partir de hoje, o Instagram começa a testar o ocultamento de likes no Brasil.

Já anunciado há um tempo, a rede social passará por mudanças internas, como por exemplo, a remoção do número de likes que uma foto ou vídeo recebe no feed, ficando visível somente para o dono da conta. 

Apesar de muita gente não entender o motivo dessa iniciativa, o Instagram afirmou que com isso tem o objetivo de reduzir a métrica da vaidade que tanto tem mexido com a cabeça das pessoas, tornando-se até mesmo uma questão de saúde mental, já que dados de pesquisas internacionais, como uma realizada pela instituição de saúde pública do Reino Unido, Royal Society for Public Health, em parceria com o Movimento de Saúde Jovem, avaliaram que o Instagram é a rede social mais prejudicial à mente dos jovens.

Isso tudo, por conta da insistente comparação e busca pela perfeição do padrão estético, além da triste não-aceitação do próprio corpo e aparência, além do estilo de vida que, por muitas vezes, faz com que as pessoas se sintam inferiorizadas e infelizes, gerando problemas ligados à ansiedade e depressão.

Contudo, além dos usuários comuns, existe um outro nicho voltado para marcas e influenciadores que impacta bastante no dia a dia de quem trabalha com marketing.

De forma geral, em nossa opinião aqui na Ag. Freela, a mudança também é benéfica e trará ganhos para quem usa a rede de forma correta e genuína.

Empresas, influenciadores e agências muitas vezes correm atrás de likes como métrica de sucesso e moeda de troca, sem se importar realmente com o conteúdo divulgado e engajamento dos usuários. São várias “estratégias” utilizadas como, por exemplo, a compra de seguidores e posts “caça likes”. Este novo cenário exigirá mais capacidade no entendimento do público e na criação de conteúdo de qualidade.

Já existem ferramentas muito interessantes para medir a relevância do público que segue um perfil de empresa/influenciador. Uma delas é o IG Audit, ela mede qual a porcentagem dos seguidores realmente interage com o perfil. É útil para várias análises, como estas:

• Para agências – pode ser usada no início de uma parceria com o cliente, a fim de mostrar a saúde atual da base e, após um tempo de trabalho, a evolução que seria o crescimento de seguidores aliado ao crescimento da relevância.

• Para empresas – dá um panorama da situação atual e é uma forma de avaliar o trabalho da agência e identificar influenciadores que realmente falam com o público.

• Para Influenciadores – os bons influenciadores podem usar como métrica para se vender, já os que utilizaram demais de “estratégias-atalho”, vão ter que correr atrás para melhorar seus números.

Em nossa opinião, esta é uma grande atitude da empresa. Sabemos que isto é um teste, dependendo do impacto no negócio, pode ser que volte ao que era. Esperamos que o Instagram esteja realmente disposto a bancar esta mudança. É uma oportunidade de diminuir a influência negativa das Redes Sociais na vida das pessoas e tornar as relações, ainda que virtuais, um pouco mais reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *